O FATOR HUMANO

HOMEM NO MEIO

Recebeu o nome de “o fator humano” porque o homem é o centro das atenções, o operador que conduz o trator. Trata-se de um novo software nascido da colaboração entre Argo Tractors e o Politécnico de Milão e é um dispositivo que será exposto na EIMA no Centro de Serviços na qualidade de Novidade Técnica 2016.

Instalado em tratores Landini Serie 6C, 6 e 7, nesta ocasião, o novo dispositivo de Argo Tractors permite otimizar o estilo de condução do operador durante o transporte rodoviário de forma simples e imediata, a partir de três indicadores de desempenho: conforto, segurança e economia de serviço.

Graças a um sistema de deteção do comportamento do motorista, que inclui sensores, unidades de controlo, sistema de comunicação de dados para o servidor remoto e interface para o operador, o sistema analisa o comportamento e o estilo de condução do operador durante o transporte rodoviário, efetuando um trabalho muito parecido ao que realizam os engenheiros quando assistem os pilotos nas competições.

Nas trajetórias, através de sensores específicos, os dados correspondentes ao estado funcional do veículo e às ações do motorista são transmitidas aos técnicos em tempo real. Estes dados são processados e comparados com parâmetros teoricamente ideais para depois oferecer sugestões de condução que permitam aumentar a velocidade e o rendimento do serviço.

Da mesma maneira, o software de Argo Tractors analisa os dados da andamento do trator e, em função destes, avalia se o motorista está conduzir da forma mais adequada.

Se for detetada uma relação incorreta entre segurança, conforto e economia, como por exemplo no caso de uma condução nervosa, o software intervém “sugerindo”, através de sinais cromáticos e três simples valores percentuais visualizados no ecrã da cabine, de modo melhorar os parâmetros da condução para obter uma otimização baseada em dados objetivos.

IMPLEMENTACIÓN DE UN ESTILO DE CONDUCCIÓN ÓPTIMO

TRÊS ÍNDICES DE DESEMPENHO

O objetivo é motivar o operador para adotar um estilo de condução ideal, proporcionando-lhe informação imediata elaborada mediante bases de dados quantitativos obtidos de um algoritmo, que é independente do tipo de percurso e de outras condições (como por exemplo as alfaias ligadas ou as condições mecânicas do motor).

Graças ao “Fator Humano”, o operador recebe um suporte apropriado para a melhora continua do estilo de condução, seguindo os princípios de trabalho que fundamentam o sistema Kaizen, adotado pela Argo Tractores para melhorar constantemente a qualidade dos seus produtos.

Ao mesmo tempo, o sistema não se limita apenas à comunicação com o motorista. Também oferece a possibilidade de transmitir todos os dados em tempo real a um responsável pela frota de tratores. Assim, o sistema transforma-se no instrumento idóneo para aumentar a profissionalidade dos operadores, otimizar os consumos de combustível e prolongar a vida útil da frota de tratores da empresa.

agricoltura di precisione